segunda-feira, 28 de maio de 2012

Reportagem sobre acidente de trabalho

"Os bombeiros tiveram muito trabalho para resgatar o homem do 15° andar do prédio na zona sul de SP. Imagens de um cinegrafista amador mostram o momento do difícil resgate. Foi um momento de desespero, além da corda não havia nenhuma outra proteção para evitar a queda."
Veja o link da reportagem:


Segundo o Técnico de Segurança do Trabalho que avaliou o vídeo , disse que ouve falha de ancoragem.

Na construção civil cerca de 800 operários morrem por ano vítimas de acidente de trabalho, em 40% dos casos, a morte é causada por queda de altura,um serviço bastante arriscado, mas se observada as normas de segurança  praticamente não há perigo.

Deve-se estar atentos as Normas e também orientar os funcionários a respeito da importância e da maneira correta de utilizar os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)",


Muitos não usam equipamentos de segurança, o que é responsabilidade do trabalhador e de quem o contrata. 

As estatísticas oficiais só registram os casos envolvendo profissionais com carteira assinada.

Segue mais um link de reportagem de profissionais arriscando-se em altura:



Conforme a NR 06 (norma regulamentadora), EPI é todo e qualquer dispositivo ou produto, de uso individual, utilizado pelo trabalhador, destinado a proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho. Sendo, a empresa, obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, EPI adequado ao risco, em perfeito estado de conservação e funcionamento, sempre que, as medidas de ordem geral não ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes do trabalho ou de doenças profissionais e do trabalho; enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; e para atender a situações de emergência.


Cabe ainda para a empresa, exigir o uso dos EPIs pelos seus funcionários durante a jornada de trabalho, realizar orientações e treinamentos sobre o uso adequado e a devida conservação, além de substituir imediatamente, quando danificado ou extraviado. Como em todas as relações empregador – empregado, os trabalhadores têm seus direitos e deveres, nessa situação não é diferente, sendo responsabilidade dos empregados, usar corretamente o EPI, e, apenas durante o trabalho, mantendo sempre em boas condições de uso e conservação.

Usar corretamente dos EPIs é um tema em constante evolução, exigindo reciclagem contínua dos profissionais responsáveis, para assim, encontrarem medidas cada vez mais econômicas e eficazes para proteção dos trabalhadores, além de evitar problemas trabalhistas.


O desenvolvimento da percepção do risco aliado a um conjunto de informações e regras básicas de segurança são ferramentas fundamentais para evitar à exposição e assegurar o sucesso das medidas individuais de proteção a saúde das pessoas.











Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...